ARMAÇÃO DOS BÚZIOS/RJ

Viagem realizada em 06/12/2014 –

O Sol acorda e eu, junto dele, saio de casa bem cedo em pleno sábado para encontrar com Laésio e a galera do Adrenalina em Manilha. O destino: Armação dos Búzios, onde passaríamos o fim de semana em meio a locais e pessoas maravilhosos.

Após uma breve parada em Rio Bonito, onde aproveitei para comprar uma deliciosa Banana Bread beer no Shopping Graal, fomos trocando ideia até a Praia de João Fernandinho, já em Búzios.

Praia de João Fernandinho

Praia de João Fernandinho

Praia de João Fernandinho

Praia de João Fernandinho

Nossa galera tomou conta do lugar. Éramos mais de 40 no grupo. Só pedi licença para avançar pela parede rochosa no fim da faixa de areia…

Rochas laterais da Praia de João Fernandinho

Rochas laterais da Praia de João Fernandinho

Em seguida, claro, pausa para início da hidratação:

Hidratação na Praia de João Fernandinho

Hidratação na Praia de João Fernandinho

Depois, hora do almoço no Pinguim. Tenho que dizer que a comida demorou bastante, mas estava tão perfeitamente gostosa que até hoje sonho com esse salmão com alcaparras:

Salmão com alcaparras do restaurante Pinguim

Salmão com alcaparras do restaurante Pinguim

Com todos mais gordos, fomos a um mirante contemplar esse visual maravilhoso:

Vista do mirante

Vista do mirante

Vista do mirante

Vista do mirante

Destino seguinte: Praia Brava, local que conta com esse barzinho branco da foto que deixa o som tocando alto pra contagiar toda a faixa de areia. O estabelecimento aproveitou bem a ladeira que dá para o mar, transformando suas mesas em camas. No entanto, para se apossar delas é necessário consumir um mínimo de 500 reais.

Praia Brava

Praia Brava

É claro que preferimos ficar lá em baixo, tomando as “baratas” cervejas da faixa de areia, mergulhando e saudando a Pedra do Jacaré.

Pedra do Jacaré

Pedra do Jacaré

Praia Brava

Praia Brava

Como não poderia deixar de fazer, segui por essa trilha no limite esquerdo da praia:

Trilha lateral da Praia Brava

Trilha lateral da Praia Brava

Praia Brava

Praia Brava

E, em menos de 10min, já estava de frente a esses cenários “horripilantes”:

Vista "horripilante"

Vista “horripilante”

Vista "horripilante"

Vista “horripilante”

De noite, higienização corporal no Hostel Che Lagarto, local que nos serviu de casa e de aquecimento para a hidratação cervejal do aniversário do Laésio.

Hidratação

Hidratação

Em seguida, Privilège, na Rua das Pedras, centro noturno de Búzios, onde a festa continuou até as 6 e pouca da manhã.

Privilège

Privilège

Depois de “energizantes” duas horas de sono, a missão foi acordar correndo para não perder o café-da-manhã, que já estava sendo retirado. Após implorar às funcionárias do hostel para comer (a comida), fomos a duas praias de uma vez: Azeda e Azedinha.

Escada para as praias Azeda e Azedinha

Escada para as praias Azeda e Azedinha

Praia Azeda

Praia Azeda

Praia Azedinha

Praia Azedinha

No retorno ao hostel, antes de partir, fui seduzido a provar as caipirinhas de laranja e limão. E encarei as duas.

Caipirinhas de laranja e limão do Che Lagarto

Caipirinhas de laranja e limão do Che Lagarto

Aproveitando o post, como é da mesma cidade, acrescento a Praia da Tartaruga, que explorei em maio de 2014. O local, que foi o cenário do falecimento (leia-se casamento) do meu amigo Raphael, conta com essa ilhota vulcânica incrível:

Ilha vulcânica

Ilha vulcânica

Ilha vulcânica

Ilha vulcânica

Tão pertinho da praia que sentei lá para uma suave hidratação.

Hidratação na ilha vulcânica

Hidratação na ilha vulcânica

No retorno para devolver o copo ao uruguaio que me atendeu no quiosque, fui agraciado com a presença desse amiguinho aí:

Ave turista

Ave turista

De lá, segui por essas rochas na ponta esquerda da praia principal, apreciando a vista que me presenteava.

Trilha rochosa da Tartaruga para a Tartaruguinha

Trilha rochosa da Tartaruga para a Tartaruguinha

Vista da trilha rochosa

Vista da trilha rochosa

E cheguei à Praia da Tartaruguinha. Uma faixa de areia mínima. Mas, se o lugar é pequeno no tamanho, é, contudo, inversamente proporcional na beleza:

Praia da Tartaruguinha

Praia da Tartaruguinha

Praia da Tartaruguinha

Praia da Tartaruguinha

Praia da Tartaruguinha

Praia da Tartaruguinha

Destaque para a estrutura do local, equipado com mini-caverna e até com uma banheira pra repor as energias:

Caverna da Praia da Tartaruguinha

Caverna da Praia da Tartaruguinha

Banheira da Praia da Tartaruguinha

Banheira da Praia da Tartaruguinha


Gostou? Comente!
Curta nossa página no Facebook: Facebook.com/barcadaideia
Acesse todos os relatos em: Explorações

Patrocinador: Carpória – agência de comunicação.

Renaldo Souza

Um maluco de estrada que gosta de dar uma caminhada. Amante da natureza, dos churrascos e da cevada. Se Noé fez a arca, eu fiz a Barca. A Ideia, a gente arruma...

Um Comentário:

  1. Gostei das dicas, estarei indo dia 10 de abril.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *