CAXAMBU/MG

Viagem realizada em 13/09/2015 –

Tarde de domingo e, após almoçar em Aiuruoca, me dirijo para aguardar o ônibus que me levaria rumo a Caxambu. No entanto, contrariando a minha programação, fiquei sabendo que o veículo das 16h não ia para lá, mas sim para outro canto.

Xinguei bastante e fiquei sem saber o que fazer. Até que o amigo Leandro, que estava comigo no Bar da Cleide, me arrumou uma carona junto à sua sobrinha Mariana e ao seu amigo Diogo. Os dois me deixaram  na cara do gol: de frente ao Parque das Águas de Caxambu.

Declaração de Ruy Barbosa sobre o parque

Declaração de Ruy Barbosa sobre o parque

Entrei faltando pouco mais de uma hora para o fechamento do local.

Parque das Águas

Parque das Águas

Parque das Águas

Parque das Águas

Parque das Águas

Parque das Águas

Logo avistei esse belo passarinho se alimentando:

Passarinho iniciando a digestão

Passarinho iniciando a digestão

Passarinho iniciando a digestão

Passarinho iniciando a digestão

A agradável caminhada continuou com esse mini-mirante, de onde surgiam umas cascatinhas:

Mini-mirante

Mini-mirante

Cascatinhas

Cascatinhas

Lá de cima, a tranquilidade reinava.

Vista do mini-mirante

Vista do mini-mirante

Vista do mini-mirante

Vista do mini-mirante

Tem até banquinho pra se acomodar e escutar o canto do pássaro.

Banquinho

Banquinho

Pássaro cantor

Pássaro cantor

As árvores do parque permitem alguns registros inspiradores.

Trepando na árvore

Trepando na árvore

Metendo a cara no buraco

Metendo a cara no buraco

Buraco na madeira

Buraco na madeira

Foto louca

Foto louca

As decorações também são bem legais.

Escultura-chafariz

Escultura-chafariz

Casinha

Casinha

Carrinho de mão que virou vaso (de planta)

Carrinho de mão que virou vaso (de planta)

Após um pouco de leve caminhada, chego à primeira das diversas fontes de água da estância hidromineral. Todas elas têm uma placa informativa e ficam dentro de um monumento caracterizado. Vale lembrar que, apesar de serem naturais, cada uma tem um sabor e uma composição particular.

Fonte Duque de Saxe

Fonte Duque de Saxe

Fonte Duque de Saxe

Fonte Duque de Saxe

Minha mãe já conhecia o parque e havia me alertado para não tomar qualquer água, pois muitas provocavam diarreia. Um senhor chegou a me dizer que essa Duque de Saxe era boa para curar ressacas. Mas a felicidade durou pouco até eu ler “função laxativa” na placa. Só molhei o bico para sentir o gosto e segui o passeio.

Fonte Duque de Saxe

Fonte Duque de Saxe

Fonte Duque de Saxe

Fonte Duque de Saxe

De frente à fonte, estava um palácio de hidroterapia.

Palácio da hidroterapia

Palácio da hidroterapia

Fechado, só deu para observar a fachada e seu belo jardim.

Palácio da hidroterapia

Palácio da hidroterapia

Palácio da hidroterapia

Palácio da hidroterapia

Destaque para as ruas de circulação do parque:

Rua do parque

Rua do parque

Rua do parque

Rua do parque

A próxima fonte que visitei foi a Beleza.

Fonte Beleza

Fonte Beleza

Fonte Beleza

Fonte Beleza

Esse “alto teor de ferro que trata o aparelho digestivo” me soou bem suspeito. Mas tive que provar.

Fonte Beleza

Fonte Beleza

Ali perto, fica a Dom Pedro, fonte mais famosa do parque e que conta com uma réplica em tamanho gigante da coroa utilizada pelo monarca.

Fonte Dom Pedro

Fonte Dom Pedro

Fonte Dom Pedro

Fonte Dom Pedro

Fiquei empolgado e fiz uns testes para ver como me sairia como imperador…

Me sentindo imperador

Me sentindo imperador

Me sentindo imperador

Me sentindo imperador

Ah, sim, aí vai o registro da água:

Fonte Dom Pedro

Fonte Dom Pedro

Se você não gosta de beber cerveja, mas acha que precisa mijar mais vezes, sua solução pode ser a Fonte Viotti, com forte efeito diurético. Não deixe de passar lá!

Fonte Viotti

Fonte Viotti

Fonte Viotti

Fonte Viotti

Fonte Viotti

Fonte Viotti

Logo acima dela, ficam as piscinas do parque.

Piscinas

Piscinas

Mais à frente, você encontra uma capelinha fechada e até um trono.

Capelinha fechada

Capelinha fechada

Trono

Trono

A próxima fonte é a Venancio, com ação radioativa que a transforma em remédio para o sistema nervoso.

Fonte Venâncio

Fonte Venâncio

Fonte Venâncio

Fonte Venâncio

Fonte Venâncio

Fonte Venâncio

Em seguida, a Mayrink, indicada para gargarejo.

Fonte Mayrink

Fonte Mayrink

Fonte Mayrink

Fonte Mayrink

Foi ela que eu trouxe pra casa…

Fonte Mayrink

Fonte Mayrink

Fonte Mayrink

Fonte Mayrink

Destaque para a Medalha Milagrosa:

Medalha Milagrosa

Medalha Milagrosa

Medalha Milagrosa

Medalha Milagrosa

E chego ao lago…

Lago

Lago

Lago

Lago

O local é cheio de patos. De “mentira”:

Patos-pedalinhos

Patos-pedalinhos

E de verdade:

Pato

Pato

Pato

Pato

São tantos que formam até suas próprias árvores:

Árvores dos Patos

Árvores dos Patos

Ali em frente está a Fonte Ernestina Guedes, indicada para afecções na pele.

Fonte Ernestina Guedes

Fonte Ernestina Guedes

Fonte Ernestina Guedes

Fonte Ernestina Guedes

O relógio já marcava 18h, horário de fechamento do parque. Mas eu ainda estava ali, impressionado com as Árvores dos Patos e com aquele lugar maravilhoso.

Árvores dos patos

Árvores dos patos

Entardecer

Entardecer

Fiquei tão impressionado que acabei trancado lá dentro. Me dirigi à portaria que eu entrei, e estava fechada. A lateral, também. A guarita onde eu havia visto um vigilante estava vazia. Até pensei em passar a noite com os patos, mas preferi me aventurar e pular a grade…

Já lá fora, passei em frente à entrada do parque…

Entrada do parque

Entrada do parque

Entrada do parque

Entrada do parque

E segui até a Praça Dezesseis Setembro.

Praça Dezesseis Setembro

Praça Dezesseis Setembro

Praça Dezesseis Setembro

Praça Dezesseis Setembro

Praça Dezesseis Setembro

Praça Dezesseis Setembro

Praça Dezesseis Setembro

Praça Dezesseis Setembro

É claro que subi no coreto.

Praça Dezesseis Setembro

Praça Dezesseis Setembro

Praça Dezesseis Setembro

Praça Dezesseis Setembro

Praça Dezesseis Setembro

Praça Dezesseis Setembro

Hora de rangar, fui até o Calçadão.

Calçadão de Caxambu

Calçadão de Caxambu

Escolhi o Chapa pra comer uma maravilhosa panqueca e iniciar a hidratação.

Hidratação

Hidratação

Ao meu lado, sentaram-se músicos tocando vários clássicos, especialmente do samba, nos mais diversos instrumentos.

Banda de mesa

Banda de mesa

E chega a hora de me dirigir à rodoviária para pegar mais 6h30min rumo ao retorno a Itaboraí…

Destaque, também, para a Padaria e Lanchonete Pão de Leite, onde parei para lanchar na minha baldeação de ida, entre Caxambu e Aiuruoca.

Padaria e Lanchonete Pão de Leite

Padaria e Lanchonete Pão de Leite

Padaria e Lanchonete Pão de Leite

Padaria e Lanchonete Pão de Leite

No local, pude conhecer o Guaraná Mantiqueira. Que saudade!

Guaraná Mantiqueira

Guaraná Mantiqueira


Gostou? Comente!
Curta nossa página no Facebook: Facebook.com/barcadaideia
Acesse todos os relatos em: Explorações

Patrocinador: Carpória – agência de comunicação.

Renaldo Souza

Um maluco de estrada que gosta de dar uma caminhada. Amante da natureza, dos churrascos e da cevada. Se Noé fez a arca, eu fiz a Barca. A Ideia, a gente arruma…

6 Comments:

  1. Infelizmente, o teleférico nao estava funcionando… Eu pensei em subir o Mirante via trilha, mas o parque já estava fechando… Ficou para a próxima! 🙂

  2. Viviane Fortuna

    Já fui aí tb! Chegou a andar de teleférico no parque das aguas de Caxambú? É super alto!
    Outro parque das águas muito interessante, também, é o de São Lourenço. Várias capivaras, aves e miquinhos! <3

  3. Reinaldo, realmente nos somos o maior Parque de Águas Minerais do Planeta. OK ñ é pouca coisa. Você infelizmente ñ mora aqui. Eu praticamente nasci aqui e me aposentei e resolvi vir morar aqui. Que arrependimento. A cidade e o lindo parque estão entregues a nada e nem a ninguém. De uma olhada em minha página no Face que é aberta e que nda tenho a esconder. E vc vera as coisas como estão. O prefeito é um ser completamente a parte de tudo relacionado a Caxambú ele se considera o “Dono” da cidade. Prometeu mundos e fundos e hj em dia as ruas são completamente esburacadas. Os jovens ñ tem emprego nem ensino técnico, ele praticamente conseguiu fechar o nosso Hospital, todos estão indo para a cidade mais próxima Baependi porque mal se tem medicamento para os pacientes. Olhe na página do Jornal Arte 3 ou o blog que vc vai realmente ficar a par dos acontecimentos. As drogas estão soltas pela cidade. minha residência foi assaltada tem um mês, e as gangues continuam atuando na cidade. A Polícia ñ tem efetivo o suficiente para dar um fim nisso. Olhe as fotos que eu fiz num álbum parecido com o seu. Claro com alguns anos de diferença. O Nosso parque esta completamente entregue ao descaso. A Piscina é hj reduto de tráfico de drogas. Frequentadores do Parque são constantemente assaltados. A Fonte Don Pedro foi aberta uma coisa que era tradição ter alguma pessoa para servir a água. Não se engane. A coisa vai muito além do que vc pensa.

  4. Cidade bem aconchegante! O Parque das Águas me pareceu um lugar muito bonito!

  5. Michael Fernandes

    Essas fontes são bem interessantes. Uma é diurética, a outra laxante, nossa!!!
    Preciso conhecer esse lugar!

  6. Ademilson Gomes Ribeiro

    Vamos na dança do caxambu…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *